Todos querem o Planalto

Após prisão de Lula e fim do período de filiação partidária, confira os pré-candidatos à eleição presidencial

Do UOL, em São Paulo e em Brasília
Eduardo Anizelli/Folhapress

A eleição presidencial está marcada para o dia 7 de outubro, e a quatro meses do pleito, ao menos 20 nomes já demonstraram interesse ou foram anunciados por seus partidos para concorrer ao Planalto.

Entre 20 de julho e 5 de agosto, as siglas terão obrigatoriamente que realizar convenções para oficializar seus candidatos, cujos registros no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) podem ser feitos até o dia 15 de agosto, véspera do início da propaganda eleitoral.

Nada garante que os nomes já anunciados sejam os mesmos registrados daqui a quatro meses. O PT, por exemplo, ainda depende de decisões judiciais (no STF e TSE) para confirmar a candidatura de Lula, que foi preso no dia 7 de abril e, além de poder estar inelegível pela Lei da Ficha Limpa, não sabe se estará livre para fazer campanha.

O encerramento da janela partidária e do período de desincompatibilização (ou seja, deixar um cargo para concorrer a outro) também confirmaram nomes já previstos ou trouxeram novos quadros para a corrida. Foram os casos de Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Enquanto isso, a esquerda ainda espera as definições sobre o futuro de Lula para saber se candidaturas como a de Manuela D'Ávila (PCdoB) e de Guilherme Boulos (PSOL) se unirão em torno de um único nome. O PDT tenta atrair partidos ideologicamente parceiros para fortalecer a chapa de Ciro Gomes.

Para Marina Silva (Rede), resta correr atrás de coligações para tentar ampliar seu tempo reduzido de TV no horário eleitoral.

No começo de maio, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que chegou a se filiar ao PSB, anunciou que não vai concorrer ao cargo. Em julho, foi a vez de Flávio Rocha (PRB) sair da disputa.

Reprodução/Facebook

ALDO REBELO (SOLIDARIEDADE)

  • Idade

    62 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (1991-2015); presidente da Câmara dos Deputados (2005-2007); ministro da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais do Governo (2004-2005), do Esporte (2011-2015), da Ciência, Tecnologia e Inovação (2015) e da Defesa (2015-2016).

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

ALVARO DIAS (PODEMOS)

  • Idade

    73 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 3% e 5% nas intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Paraná (1971-1975), deputado federal (1975-1983), governador (1987-1991) e senador (1983-1987 e 1999-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

CABO DACIOLO (PATRIOTA)

  • Idade

    42

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal desde 2015

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

REUTERS/Adriano Machado

CIRO GOMES (PDT)

  • Idade

    60 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 5% e 9% nas intenções de voto. Seu melhor cenário foi sem a presença do ex-presidente Lula

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Ceará (1983-1988), prefeito de Fortaleza (1989-1990), governador (1991-1994), ministro da Fazenda no governo de Itamar Franco (1994), ministro da Integração Nacional no governo Lula (2003-2006) e deputado federal (2007-2011)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido. Ainda acompanha a situação de Lula para poder ser eventualmente apoiado pelo PT caso o partido não lance um nome próprio em substituição ao ex-presidente.

Fábio Vieira/Fotorua/Estadão Conteúdo

GERALDO ALCKMIN (PSDB)

  • Idade

    65 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 6% e 8% nas intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Vereador de Pindamonhangaba-SP (1973-1977), prefeito da cidade (1978-1982), deputado estadual em São Paulo (1983-1987), deputado federal (1987-1995), vice-governador (1995-2001), governador (2001-2006 e 2011-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido, deixou o governo de São Paulo para concorrer ao cargo de presidente

Keiny Andrade/Divulgação

GUILHERME AFIF DOMINGOS (PSD)

  • Idade

    74 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Ficou com 0% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (1987-1991); ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (2013-2015)

  • Situação atual

    Já demonstrou interesse em se candidatar, mas ainda não foi oficializado pelo partido

SUAMY BEYDOUN/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

GUILHERME BOULOS (PSOL)

  • Idade

    36 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 0% e 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Ueslei Marcelino/Reuters

HENRIQUE MEIRELLES (MDB)

  • Idade

    73

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Alcançou 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (2003), presidente do Banco Central (2003-2011), ministro da Fazenda (2016-2018)

  • Situação atual

    Filiou-se ao MDB na janela partidária e deixou o Ministério da Fazenda para poder concorrer à Presidência. Manifestou interesse em disputar a eleição, mas não foi oficializado pelo partido. Internamente, disputa o posto com Michel Temer, atual presidente da República

Ricardo Borges/Folhapress

JAIR BOLSONARO (PSL)

  • Idade

    62 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 15% e 17% das intenções de voto. Ficou atrás de Lula nos três cenários em que o petista apareceu e liderou os outros seis sem a presença do ex-presidente.

  • Experiência em cargos públicos

    Vereador no Rio de Janeiro (1989-1991) e deputado federal pelo Rio por 7 mandatos (1991-2018)

  • Situação atual

    Deixou o PSC na janela partidária e filiou-se ao PSL, que já o anunciou como pré-candidato

Jorge Araujo/Folhapress

JOÃO AMOÊDO (NOVO)

  • Idade

    55 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 0% e 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Ze Carlos Barretta/Folhapress

JOSÉ MARIA EYMAEL (PSDC)

  • Idade

    78

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal de 1987 a 1995

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Sergio Lima/Folhapress

JOÃO GOULART FILHO (PPL)

  • Idade

    61 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não listado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Rio Grande do Sul (1982)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Danilo Verpa/Folhapress

LEVY FIDELIX (PRTB)

  • Idade

    66

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Pedro Ladeira - 24.07.2017/Folhapress

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (PT)

  • Idade

    72 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 30% e 31% das intenções de voto. Liderou os três cenários em que foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal constituinte por São Paulo (1987-1991) e presidente da República por dois mandatos (2003-2010)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido, mas teoricamente está inelegível pela Lei da Ficha Limpa por uma condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Foi preso em 7 de abril e cumpre pena em regime fechado em Curitiba. O PT afirma que o mantém candidato mesmo preso, e o caso deve ser analisado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

FILIPE JORDãO/JC IMAGEM/ESTADÃO CONTEÚDO

MANUELA D'ÁVILA (PCDOB)

  • Idade

    36 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 1% e 3% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Vereadora em Porto Alegre (2005-2006), deputada federal pelo Rio Grande do Sul (2007-2014) e deputada estadual (2016-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

Kleyton Amorim/UOL

MARINA SILVA (REDE)

  • Idade

    60 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre entre 10% e 16% das intenções de voto. Dentro da margem de erro de 2% para mais ou para menos, liderou tecnicamente ao lado de Bolsonaro todos os seis cenários sem Lula

  • Experiência em cargos públicos

    Vereadora em Rio Branco (1989-1990), deputada estadual no Acre (1991-1994), senadora por dois mandatos (1995-2010), ministra do Meio Ambiente no governo Lula (2003-2008)

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

Wilson Dias - 22.jun.2016/Agência Brasil

PAULO RABELLO DE CASTRO (PSC)

  • Idade

    69 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou de 0% a 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Foi presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Nunca ocupou cargos no poder Executivo

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Mateus Bonomi/Folhapress

RODRIGO MAIA (DEM)

  • Idade

    47 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Alcançou 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal pelo Rio de Janeiro (1999-2018)

  • Situação atual

    Pré-anunciado pelo partido. É o atual presidente da Câmara dos Deputados

Marlene Bergamo/FolhaPress

VERA LÚCIA (PSTU)

  • Idade

    50 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testada

  • Experiência em cargos públicos

    Presidente estadual do PSTU Sergipe. Nunca exerceu cargos no poder Executivo

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

Curtiu? Compartilhe.

Topo