Todos querem o Planalto

Após prisão de Lula e fim do período de filiação partidária, confira os pré-candidatos à eleição presidencial

Do UOL, em São Paulo e em Brasília
Eduardo Anizelli/Folhapress

A eleição presidencial está marcada para o dia 7 de outubro, e a cinco meses do pleito, ao menos 22 nomes já demonstraram interesse ou foram anunciados por seus partidos para concorrer ao Planalto.

Entre 20 de julho e 5 de agosto, as siglas terão obrigatoriamente que realizar convenções para oficializar seus candidatos, cujos registros no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) podem ser feitos até o dia 15 de agosto, véspera do início da propaganda eleitoral.

Nada garante que os nomes já anunciados sejam os mesmos registrados daqui a quatro meses. O PT, por exemplo, ainda depende de decisões judiciais (no STF e TSE) para confirmar a candidatura de Lula, que foi preso no dia 7 de abril e, além de poder estar inelegível pela Lei da Ficha Limpa, não sabe se estará livre para fazer campanha.

Já o MDB ainda decide internamente se banca uma tentativa de reeleição do presidente Michel Temer, que já disse ser uma "covardia" não se candidatar, ou se apoia Henrique Meirelles, que não só deixou o Ministério da Fazenda para tentar entrar na disputa eleitoral como trocou de partido (era do PSD) para isso.

O encerramento da janela partidária e do período de desincompatibilização (ou seja, deixar um cargo para concorrer a outro) também confirmaram nomes já previstos ou trouxeram novos quadros para a corrida. Foram os casos de Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Enquanto isso, a esquerda ainda espera as definições sobre o futuro de Lula para saber se candidaturas como a de Manuela D'Ávila (PCdoB) e de Guilherme Boulos (PSOL) se unirão em torno de um único nome. O PDT tenta atrair partidos ideologicamente parceiros para fortalecer a chapa de Ciro Gomes.

Para Marina Silva (Rede), resta correr atrás de coligações para tentar ampliar seu tempo reduzido de TV no horário eleitoral.

No começo de maio, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que chegou a se filiar ao PSB, anunciou que não vai concorrer ao cargo.

Reprodução/Facebook

ALDO REBELO (SOLIDARIEDADE)

  • Idade

    62 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (1991-2015); presidente da Câmara dos Deputados (2005-2007); ministro da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais do Governo (2004-2005), do Esporte (2011-2015), da Ciência, Tecnologia e Inovação (2015) e da Defesa (2015-2016).

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

ALVARO DIAS (PODEMOS)

  • Idade

    73 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 3% e 5% nas intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Paraná (1971-1975), deputado federal (1975-1983), governador (1987-1991) e senador (1983-1987 e 1999-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

CABO DACIOLO (PATRIOTA)

  • Idade

    42

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal desde 2015

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

REUTERS/Adriano Machado

CIRO GOMES (PDT)

  • Idade

    60 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 5% e 9% nas intenções de voto. Seu melhor cenário foi sem a presença do ex-presidente Lula

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Ceará (1983-1988), prefeito de Fortaleza (1989-1990), governador (1991-1994), ministro da Fazenda no governo de Itamar Franco (1994), ministro da Integração Nacional no governo Lula (2003-2006) e deputado federal (2007-2011)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido. Ainda acompanha a situação de Lula para poder ser eventualmente apoiado pelo PT caso o partido não lance um nome próprio em substituição ao ex-presidente.

Eduardo Anizelli/Folhapress

FERNANDO COLLOR DE MELLO (PTC)

  • Idade

    68 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 1% e 2% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Prefeito de Maceió (1979-1983), deputado federal por Alagoas (1983-1987), governador (1987-1989), presidente da República (1990-1992) e senador (2007-2018)

  • Situação atual

    Anunciou sua pré-candidatura em janeiro

Zanone Fraissat/Folhapress

FLÁVIO ROCHA (PRB)

  • Idade

    60

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Alcançou 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal de 1987 a 1995

  • Situação atual

    Filiou-se ao PRB na janela partidária para poder concorrer e é pré-candidato anunciado pelo partido

Fábio Vieira/Fotorua/Estadão Conteúdo

GERALDO ALCKMIN (PSDB)

  • Idade

    65 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 6% e 8% nas intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Vereador de Pindamonhangaba-SP (1973-1977), prefeito da cidade (1978-1982), deputado estadual em São Paulo (1983-1987), deputado federal (1987-1995), vice-governador (1995-2001), governador (2001-2006 e 2011-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido, deixou o governo de São Paulo para concorrer ao cargo de presidente

Keiny Andrade/Divulgação

GUILHERME AFIF DOMINGOS (PSD)

  • Idade

    74 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Ficou com 0% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (1987-1991); ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (2013-2015)

  • Situação atual

    Já demonstrou interesse em se candidatar, mas ainda não foi oficializado pelo partido

SUAMY BEYDOUN/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

GUILHERME BOULOS (PSOL)

  • Idade

    36 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 0% e 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Ueslei Marcelino/Reuters

HENRIQUE MEIRELLES (MDB)

  • Idade

    73

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Alcançou 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal (2003), presidente do Banco Central (2003-2011), ministro da Fazenda (2016-2018)

  • Situação atual

    Filiou-se ao MDB na janela partidária e deixou o Ministério da Fazenda para poder concorrer à Presidência. Manifestou interesse em disputar a eleição, mas não foi oficializado pelo partido. Internamente, disputa o posto com Michel Temer, atual presidente da República

Ricardo Borges/Folhapress

JAIR BOLSONARO (PSL)

  • Idade

    62 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 15% e 17% das intenções de voto. Ficou atrás de Lula nos três cenários em que o petista apareceu e liderou os outros seis sem a presença do ex-presidente.

  • Experiência em cargos públicos

    Vereador no Rio de Janeiro (1989-1991) e deputado federal pelo Rio por 7 mandatos (1991-2018)

  • Situação atual

    Deixou o PSC na janela partidária e filiou-se ao PSL, que já o anunciou como pré-candidato

Jorge Araujo/Folhapress

JOÃO AMOÊDO (NOVO)

  • Idade

    55 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 0% e 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Ze Carlos Barretta/Folhapress

JOSÉ MARIA EYMAEL (PSDC)

  • Idade

    78

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal de 1987 a 1995

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Sergio Lima/Folhapress

JOÃO VICENTE GOULART (PPL)

  • Idade

    61 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não listado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado estadual no Rio Grande do Sul (1982)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Danilo Verpa/Folhapress

LEVY FIDELIX (PRTB)

  • Idade

    66

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Nenhuma

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Pedro Ladeira - 24.07.2017/Folhapress

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (PT)

  • Idade

    72 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 30% e 31% das intenções de voto. Liderou os três cenários em que foi testado

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal constituinte por São Paulo (1987-1991) e presidente da República por dois mandatos (2003-2010)

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido, mas teoricamente está inelegível pela Lei da Ficha Limpa por uma condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Foi preso em 7 de abril e cumpre pena em regime fechado em Curitiba. O PT afirma que o mantém candidato mesmo preso, e o caso deve ser analisado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

FILIPE JORDãO/JC IMAGEM/ESTADÃO CONTEÚDO

MANUELA D'ÁVILA (PCDOB)

  • Idade

    36 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 1% e 3% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Vereadora em Porto Alegre (2005-2006), deputada federal pelo Rio Grande do Sul (2007-2014) e deputada estadual (2016-2018)

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

Kleyton Amorim/UOL

MARINA SILVA (REDE)

  • Idade

    60 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre entre 10% e 16% das intenções de voto. Dentro da margem de erro de 2% para mais ou para menos, liderou tecnicamente ao lado de Bolsonaro todos os seis cenários sem Lula

  • Experiência em cargos públicos

    Vereadora em Rio Branco (1989-1990), deputada estadual no Acre (1991-1994), senadora por dois mandatos (1995-2010), ministra do Meio Ambiente no governo Lula (2003-2008)

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

MATEUS BONOMI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

MICHEL TEMER (MDB)

  • Idade

    77

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou entre 1% e 2% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal constituinte (1987-1991); deputado federal (1993-2010); vice-presidente da República (2011-2016); presidente (2016-)

  • Situação atual

    Manifestou interesse em se candidatar à reeleição, mas ainda não foi oficializado pelo MDB. Internamente, disputa o posto com Henrique Meirelles, seu ex-ministro da Fazenda.

Wilson Dias - 22.jun.2016/Agência Brasil

PAULO RABELLO DE CASTRO (PSC)

  • Idade

    69 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Variou de 0% a 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Foi presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Nunca ocupou cargos no poder Executivo

  • Situação atual

    Pré-candidato anunciado pelo partido

Mateus Bonomi/Folhapress

RODRIGO MAIA (DEM)

  • Idade

    47 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Alcançou 1% das intenções de voto

  • Experiência em cargos públicos

    Deputado federal pelo Rio de Janeiro (1999-2018)

  • Situação atual

    Pré-anunciado pelo partido. É o atual presidente da Câmara dos Deputados

Marlene Bergamo/FolhaPress

VERA LÚCIA (PSTU)

  • Idade

    50 anos

  • Posição no Datafolha de 15 de abril

    Não foi testada

  • Experiência em cargos públicos

    Presidente estadual do PSTU Sergipe. Nunca exerceu cargos no poder Executivo

  • Situação atual

    Pré-candidata anunciada pelo partido

Curtiu? Compartilhe.

Topo