! Entrevista com Roberto Medeiros, presidente da Multiplus - UOL Líderes

Voando de graça

Acumular e trocar pontos por passagem aérea não é mais complicado, diz CEO da Multiplus

Do UOL, em São Paulo
Simon Plestenjak e Arte/UOL
Simon Plestenjak/UOL Simon Plestenjak/UOL

Compras com benefícios

Você pode acumular pontos e ganhar passagens aéreas só com seus gastos normais e não precisa nem ter cartão de crédito, diz o presidente da Multiplus, Roberto Medeiros, em entrevista na série UOL Líderes.

Ele afirma que não é difícil acumular e resgatar pontos, avalia que quem gasta cerca de R$ 1.400 por mês “certamente” vai viajar de graça no fim do ano, mas declara que usar cheque ou dinheiro não traz nenhum benefício. O negócio é cartão.

Saiba tirar vantagem de seus gastos do dia a dia

Não é preciso nem ter cartão de crédito para acumular pontos e ganhar uma passagem aérea no fim do ano. Basta fazer compras cotidianas -como remédios e combustível- nos lugares certos, que dão recompensas, diz o presidente da Multiplus, Roberto Medeiros. Veja abaixo suas dicas para aproveitar esses programas:

Lançamos uma corretora de seguros de automóvel, residencial, viagem, de animal de estimação. Percebemos que essas são atividades que as pessoas têm de forma geral e que nunca foram premiadas.

Eu, por exemplo, faço seguro de carros há mais de 20 anos e nunca ganhei nada de volta. E agora o que estamos fazendo é dar pontos para quem faz seguro conosco.

No seguro automóvel, por exemplo, para cada real gasto, você ganha quatro pontos. Num seguro de R$ 1.500 você ganha 6.000 pontos, o que me dá a chance de ir ao Rio e voltar. Se eu vou viajar e a minha casa vai ficar desatendida, faço seguro residência para aquele período e ganho pontos também. Então essa é uma excelente novidade para os nossos participantes.

Além disso, se você tem banda larga, tv a cabo ou celular da Vivo, você pode transferir os pontos do programa da Vivo para a gente.

Você começa a acumular pontos nas suas atividades do dia a dia sem que mude o seu perfil de consumo. Hoje, a rigor, você nem precisa ter o seu cartão de crédito, ganha só com suas atividades normais.

Claro que para nós continua sendo muito importante a transferência de pontos de cartão de crédito, e isso é tradicional. Mas além disso, se você usa carro, seguro de carro, combustível, farmácia, supermercado, você pode acumular pontos. A gente tem hoje mais de 350 parceiros para ganhar pontos no seu dia a dia.

Ganha ponto comprando até lençol

Outro dia eu quis fazer um teste, precisava comprar um conjunto de lençóis e pensei se não seria possível acumular pontos comprando lençol. Entrei no site da Multiplus e havia um parceiro, o Walmart.com, que tinha lençol. Eu comprei e ganhei pontos. Então é maravilhoso.

Outra coisa é reserva de hotel no mundo inteiro. Você entra pelo nosso site, reserva, escolhe, checa preço e, se gostar, se estiver compatível com os outros lugares em que você viu -e os nossos preços são bastante compatíveis-, você vai ganhar pontos por aqueles dias.

Você resgata uma passagem e quando vai reservar o hotel já começa a acumular pontos para a sua próxima viagem.

O que o consumidor mais gosta, no final, é de acumular pontos para resgatar passagens. 85% dos pontos resgatam passagens. Sejam domésticas, para a América Latina ou Europa, Estados Unidos. Mas do que ele mais gosta é ter aquele sentimento de voar sem ter desembolsado nada.

Poupança de pontos natural

A gente estimula as pessoas a serem mais cuidadosas no seu dia a dia, porque elas podem ter uma poupança de pontos só com o que fazem naturalmente. Gastos com celular, compra de um eletrodoméstico. É um consumo que você teria de qualquer maneira e vai acumular pontos para viajar para um lugar bacana.

É um círculo virtuoso em que você acumula o ano inteiro, resgata a passagem e faz a sua viagem. E a dica que eu dou é sempre planejar. Se você sabe que vai tirar férias no ano que vem, em agosto ou setembro, já faz o resgate da passagem hoje porque há oportunidades maravilhosas.

Minha esposa recentemente foi para Milão, ida e volta, planejou antes, com 55 mil pontos. É muito barato. Só com o que colocou de combustível no longo do ano no posto Ipiranga, ela conseguiu acumular sem gastar nada. Eu sou suspeito, obviamente, mas essa é uma dica: planeje antecipadamente, que você vai conseguir resgatar produtos maravilhosos com poucos pontos.

Antes era tudo cartão de crédito, mas hoje mudou

Há quatro anos, 100% dos pontos vinham de cartão de crédito e companhia aérea. Você consumia no seu cartão de crédito, voava Latam, acumulava pontos e aí depois resgatava em passagens.

Hoje a gente já tem 19% vindo de outras fontes que não aéreo e cartão de crédito. E esses dois continuam crescendo. É um movimento dos nossos 18 milhões de clientes. Tudo o que o consumidor faz no dia a dia, ele checa antes no nosso site para ver se há alguma oportunidade ali e faz aquela aquisição.

Podem ser flores, joias, personal trainer, academia de ginástica, tudo do seu dia a dia. O nosso objetivo é que tudo o que você faça no seu dia a dia possa ser premiado de alguma maneira.

A previsão é que, crescendo a quantidade de pontos vindos do dia a dia das pessoas, a quantidade de pontos do cartão de crédito fique estável e os da companhia aérea subam também. À medida que há crescimento de PIB imediatamente a companhia aérea começa a crescer também.

Ganhando pontos no dia a dia

"Juntar e trocar pontos por passagem não é mais complicado"

Quem gasta R$ 1.000 por mês no cartão e mais uns R$ 400 no restante, “certamente” vai viajar de graça no fim do ano, diz o presidente da Multiplus, Roberto Medeiros. Leia abaixo o que ele fala sobre isso:

Existe aquela ideia de que é complicado resgatar pontos. E na verdade não é. Se você se programar, consegue uma passagem doméstica (São Paulo - Rio ou São Paulo - Florianópolis) com 3.500 pontos.

Isso representa alguém que tenha uma fatura de cartão de crédito de R$ 11 mil, R$ 12 mil no ano, alguém que consumiu mais ou menos R$ 1.000 por mês. Você pode dizer que R$ 1.000 no cartão não é todo mundo que pode consumir.

É verdade, mas eu estou me referindo tão somente aos pontos que vêm do cartão. Se, além disso, essa pessoa eventualmente coloca combustível no seu carro, o posto Ipiranga permite transferência do programa Quilômetros de Vantagem para a gente. Se essa pessoa tem um celular da Vivo, aquela conta vira pontos que podem ser transmitidos para a gente.

Juntar 3.500 pontos hoje em 12 meses é muito simples. Eu posso te dizer que, se você tiver um consumo mensal de R$ 1.000 no cartão e mais R$ 300 a R$ 400 na sua vida normal, você certamente vai viajar no final do ano.

Passagem, recarga de celular, eletroeletrônicos e até panelas

Passagem aérea representa a sua enorme maioria de resgates. Depois vêm recarga de celular, eletroeletrônico, smartphone, tudo o que você precise para a sua cozinha.

Temos uma parceria com a Tramontina que é um sucesso: usar pontos para resgatar panelas, facas... E tudo isso online, entrega na sua casa, atendendo no Brasil inteiro, é muito simples. Tudo o que você precisa fazer para participar da Multiplus é ter um CPF, um e-mail e um endereço para poder mandar entregar os produtos que você resgatou.

Consumo consciente em época de crise econômica

Numa época em que você tem o desafio macroeconômico, as pessoas ficam muito mais conscientes sobre onde e como vão gastar o seu dinheiro.

A gente nunca incentiva aumento de consumo. Pelo contrário, a gente incentiva sempre que as pessoas pensem bastante antes de consumir, que vejam a sua capacidade de pagamento de contas do cartão de crédito no futuro.

Mas o que a gente estimula é assim: se você já decidiu que vai comprar um determinado produto ou serviço, cheque o preço no mercado e cheque o preço nos nossos parceiros através do nosso site.

Ar-condicionado e geladeira de graça

Se a gente tiver preços competitivos, portanto menos ou igual ao que você viu,  compre por aqui porque você vai ganhar pontos. Você vai começar a construir a sua poupança de pontos para, em algum momento, resgatar. 

Se você vai pagar alguma coisa, pague com cartão de crédito porque aquele emissor, aquele banco, vai lhe dar pontos também. Então, nesse ambiente mais desafiador, a gente acaba criando uma poupança de pontos que depois é convertida em resgate.

Se você não quer viajar nas suas férias, aproveite essa oportunidade de ter uma poupança de pontos e veja o que você precisa na sua casa e resgata o produto de que precisa.

Ar-condicionado, geladeira, fogão, micro-ondas, cafeteira, o que você quiser. A gente tem parceria com Ponto Frio, Casas Bahia, Walmart.com, Magazine Luiza, Fast Shop, todos os grandes varejistas de eletroeletrônicos.

E a gente está sempre precisando de um eletrodoméstico, aspirador de pó, o que quer que seja. Use essa oportunidade de poupança em pontos que você não faria se não tivesse atenção ao tema. Você vai resgatar sem pagar nada. No final, de novo, é um ganha-ganha para todo mundo.

Acho que, se as pessoas se atentarem para a quantidade de pontos que podem acumular no seu dia a dia sem mudar o seu perfil de consumo, vão ficar surpresas com o que já perderam até hoje.

Pode voar de graça com compras de R$ 1.400 ao mês

Brasileiros não tinham hábito de aproveitar promoções

Diferentemente dos norte-americanos, os brasileiros nunca tiveram hábitos de guardar cupons de desconto. Além disso, havia a imagem de que acumular e resgatar pontos era difícil, mas essa situação mudou, afirma Roberto Medeiros, da Multiplus. Acompanhe o que ele fala a respeito:

Há uma questão cultural. Em outros países em que os programas de fidelidade já têm mais maturidade, as pessoas desde pequenas se acostumam a ir ao supermercado, tirar o cupom e guardar para ter um desconto na próxima compra.

As pessoas já nascem nesse ambiente. Aqui no Brasil, a gente nunca teve essa cultura, e além disso, as pessoas não viam valor, achavam que era difícil. Hoje, com dois cliques no aplicativo da Multiplus, você consegue resgatar um produto, é muito simples.

O nosso desafio é mostrar, não para os 18 milhões que já estão conosco, mas para os 200 milhões de brasileiros que eles podem, sim, acumular pontos e resgatar, e pode ser qualquer produto, não precisa ser só passagem aérea.

Use sempre o cartão de crédito e fique atento a promoções

A dica que eu dou é sempre esta: use o seu cartão de crédito mesmo numa compra de R$ 20 e vai acumulando para depois resgatar um produto de seu interesse. Resgatei recentemente, também numa promoção, um smartphone para o meu filho, supercompetitivo.

A dica é sempre ficar atento, baixar o aplicativo, a gente manda sempre informações para o aplicativo, manda por e-mail, nosso site tem sempre muita informação. Fique sempre esperto nas promoções.

Pontos expirados

Dos nossos participantes, todos resgatam ou acumulam pelo menos uma vez por ano. Existem 16% a 17% dos pontos que expiram. E aí você pergunta: mas por que expiram? Na verdade, não é porque a pessoa não resgatou. É porque ficou um saldo lá, e ela acabou não acumulando o suficiente para poder resgatar.

Mas mesmo quando há esse saldinho, a gente manda oferta para essa pessoa dando oportunidade para complementar com dinheiro e resgatar alguma coisa. Porque a gente não quer que as pessoas percam aqueles pontos, a gente quer que elas usem.

Surpreso com o que já perdeu

A Multiplus é assim

  • Ano de fundação

    2009

  • Funcionários

    271

  • Clientes

    17,9 milhões de participantes na plataforma

  • Faturamento em 2016

    R$ 2,35 bilhões (faturamento de venda de pontos)

  • Lucro em 2016

    R$ 513 milhões (crescimento de 7,1% em relação a 2015)

  • Principais concorrentes

    Smiles, Tudo Azul e Dotz

Evite estes erros que atrapalham seu acúmulo de pontos

Usar cheque ou dinheiro não traz nenhum benefício às pessoas, diz o presidente da Multiplus, Roberto Medeiros. O negócio é gastar com cartão para acumular pontos. Confira na sequência sua visão sobre isso:

O primeiro erro que atrapalha para acumular pontos é usar cheque ou dinheiro. Pare. Não há nenhum benefício para o consumidor usar cheque ou dinheiro. Use cartão de crédito ou de débito.

E o que eu faria agora com qualquer coisa que eu vá comprar é checar antes no site da Multiplus para ver se há algum parceiro. Literalmente qualquer coisa. A gente tem mais de 350 parceiros, mais de 550 mil itens.

É grande a probabilidade de termos lá algum parceiro com aquele item -hotel, passeios, eletroeletrônico, joias, academias. Cheque tudo, porque lá vai ter uma oportunidade.

Na carreira, saber enfrentar as dificuldades e sempre estudar

Eu vou dizer o que falo para os meus filhos: tem de ter resiliência e flexibilidade na carreira. Por pior que seja o dia, o mês, a semana, o semestre, tem que ter resiliência e buscar alternativas de melhoria.

Sempre há oportunidades de melhoria, resiliência para ouvir, para aceitar que determinadas variáveis você não controla mesmo. Então, se amanhã acontecer uma chuvarada e inundar a cidade e você chegar atrasado a um compromisso, tem que ter resiliência para entender que essa variável você não controla.

E, depois, flexibilidade. Isso não significa que você abra mão dos seus princípios, mas sim que você tente se adaptar às condições.

De resto, não se esqueça de se divertir. E uma coisa só que eu recomendo em qualquer que seja a fase da carreira: não pare de estudar, não pare. Se você não quiser no meio acadêmico, busque programas e reportagens, leia, invista uma parte do seu dia, da sua semana, para ler sobre os assuntos que você eventualmente não tenha profundidade. Há muita coisa para aprender nesse mundo.
 

Simon Plestenjak e Arte/UOL

Curtiu? Compartilhe.

Topo